Atendimento Individual ou em Grupos

Qualidade de Vida

Se você está sentindo apenas partes de você mesmo, não está inteiro, não consegue se perceber como um volume único, não está presente.

Mantendo a consciência no corpo todo, um ponto de dor passa a ser apenas um detalhe.

Conquiste Saúde!

 

 

Transformação

 

Trabalho de qualidade de vida visa o desenvolvimento dos corpos físico, mental, espiritual e emocional numa transformação da pessoa pela conquista da saúde.

Este conquista requer informação e aplicação prática e foi por essa necessidade que Wilson Sagae, desenvolveu seu método contemporâneo de treinamento, Co.R.Po. – Consciência Respiratória Postural.  Originalmente o método é baseado em treinamentos tradicionais japoneses (Nishino Ryu Kokyuho, método de Kozo Nishino e Shinshin Toitsu Do, método criado por Koichi Tohei), vertidos para a nossa compreensão, entre outros métodos de Educação Somática.

Reorganização Física e Mental

Co.R.Po. foi desenvolvido em procedimentos que lidam com a respiração e reorganização dos ossos, de modo a eliminar retenções de energia, seja por somatizações ou por desvios posturais. Desenvolve a Postura e a Respiração saudáveis e implementa o uso de energia de modo positivo.

Qualquer objeção ao sentido do seu movimento mostra uma desconexão mente/corpo. Isso quer dizer que nas ações tomadas, você não esteve inteiramente presente e isso dificulta o alcance de seus objetivos.

Respiração e Somatizações

Todo o trabalho corporal orientado pelo Wilson tem como base a respiração. É ela que nos dá todo o suporte para o trabalho de “limpeza corporal” que estamos desenvolvendo e através dela alteramos nossa postura, nossa altura, nosso foco. A respiração é o estímulo necessário para você se colocar a disposição de si mesmo. Uma respiração mais profunda é tão poderosa que atinge não só o físico, mas também o seu emocional, e quando essas sensações são ativadas no seu corpo, a respiração é usada para descontrair e não somatizá-las, mantendo o corpo relaxado porém ativo e num estado de atenção.

Outro ponto enfatizado pelo Wilson é a força muscular que fazemos sem ao menos estar carregando peso algum. Se não estamos carregando nada nos braços, por exemplo, por que contraímos tanto os ombros? Eles não deveriam estar relaxados? Por que precisamos “jogar” tanto peso nas costas só para se movimentar, ou até mesmo para ficar parados? Claro que intelectualmente isto é compreendido e queremos melhorar, mas o corpo tende a esquecer rapidamente o estado de relaxamento e vertical que atingimos, para voltar ao seu estado aparentemente menos incômodo que está acostumado, mesmo sendo este estado de compressão e afundamento.

É claro que o toda pessoa tem um histórico social e emocional que contribuíram para ele ter o corpo que ele tem, e sempre é difícil modificar padrões adquiridos por tantos anos. A boa notícia é que isto é possível. Já é notória a diferença dos corpos das pessoas em comparação de quando iniciamos o treinamento.

Individual ou em Grupos

Wilson Sagae, treina profissionais da saúde, artistas e atletas de diversas modalidades e nacionalidades; também trabalha com clientes corporativos. Seu trabalho envolve educação somática, biodinâmica e preparo corporal.

O foco de suas aulas, oficinas e workshops aborda questões de saúde física e psicoemocional, administração de crise pessoal e social, leitura postural e de movimento, implementação da capacidade respiratória e postural, constituição de dinâmicas de grupo.

Tem como clientes Samsung, HP, TIM, Fundação Boticário, Positivo, Governo do Estado do Paraná, Prefeitura de Porto Alegre, Prefeitura de Curitiba, Sindicato dos Auditores Fiscais da União, entre outros. Sagae é também mestre de KI AIKIDO e leciona Técnicas de Respiração, Organização Postural e Desenvolvimento do Ki no SHUKIKAN DOJO e em outros locais pelo Brasil.