• Wilson Sagae

Faça o que eu digo...

Atualizado: Mar 17

Esse ditado popular é muito útil quando estamos tratando de um grupo em crescimento, no qual mesmo os instrutores e coordenadores usufruem do mesmo aprendizado.


Quando crescemos juntos, a mudança, mais do que uma constatação, é uma regra. Bunbun nidô, praticar a pena e a espada, o caminho daqueles que trazem em si o desejo de perpetuar a arte (no sentido japonês). Um modo de garantir para si a vitória sobre si mesmo por meio da idoneidade e da adequeção palavras e ação.


Faça o que eu digo porque é o que eu busco fazer. Este é um modo melhor de formular a frase.


1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

A Vida de Tempu Nakamura (6)

Por Sawai Atsuhiro RETORNANDO AO JAPÃO Antes de voltar ao Japão, Saburo foi à terra, em Shangai, para uma troca de navios. Ali ele encontrou um de seus velhos amigos, o sr. Enza, embaixador japonês na

A Vida de Tempu Nakamura (5)

Depois de alguns dias, Saburou notou que era capaz de ouvir cigarras trinando, o som do vento tocando a folhagem, e mesmo o uivo de uma pantera e de um lobo no fundo da floresta. Feliz, ele contou tud